Redes Sociais bloqueadas impedem manifestação?

12/08/2011
  • Pin It

redes sociais

No começo do ano no Egito uma grande manifestação foi feita no país no qual derrubou um ditador que estava quase 30 anos no poder. Milhares de jovens encontraram-se em vias públicas para fazer suas manifestações, e como vocês bem lembram, esses encontros foram marcados via redes sociais (Orkut e Twitter). Por um período o país teve internet cortada.

Recentemente o mundo assiste algo semelhante, só que desta vez em Londres. Manifestantes estão causando tumulto no país inglês por causa do abuso de poder da polícia britânica. Vários atentados estão deixando todos em estado de tensão.

Devido a isso, o primeiro-ministro britânico James Cameron está negociando cortes em veículos de comunicação digital. Segundo o ministro, os principais meios de comunicação dos desordeiros são através das redes sociais. Entre os cortes estão o Blackberry Messenger, Twitter e Facebook.

blackberry

“Quando as pessoas utilizam mídias sociais para a violência, temos que barrá-las”, disse James Cameron.

Ele também quer censurar alguns vídeos que mostram cenas de violências e atitudes ilegais.

Essa atitude está sendo muito polêmica, afinal, há anos as pessoas no mundo estão à luta para fazer a tecnologia ser acessível para todos e fazer com que o mundo se comunique em tempo real e muitos temem que essa medida pode afetar censuras em outros países.

Todos nós sabemos o mundo cibernético tomou conta de todos e é um erro retroceder tirando a liberdade de expressão e comunicação de um povo. Não é cortando as redes sociais que vai fazer calar a boca de qualquer etnia insatisfeita com o seu Governo.

Limpeza nas ruas de Londres

No dia 10 de Agosto os ingleses mostraram que há manifestações para o bem também. Através do Twitter, os britânicos marcaram um encontro para fazer a limpeza que o distúrbio causou nas ruas londrinas. Cerca de 65 mil pessoas acompanharam na rede social a limpeza que foi batizada com “Riot clean up” ou “Riot Wombles“.

Limpeza em Londres

Foto R7 notícias

Avanço econômico devido às redes sociais

O setor econômico da tecnologia está cada vez mais crescendo com o acesso às mídias sociais, foi um grande avanço para economia, e também, avançou a concorrência tecnológica para trazer o melhor aplicativo, aparelho, acessório, melhor banda larga e até a melhor rede social (disputa branca, porém visível, entre Google e Facebook).

Manifestações com uso tecnológico vem de outros tempos

Não é de hoje que as tecnologias são usadas para manifestações, sabemos que o primeiro computador surgiu na Segunda-Guerra-Mundial, ou seja, será que realmente tirar acesso às mídias sociais vai diminuir ou impedir de vez os protestos?

E o que você acha se essa medida for aprovada? Como você viveria sem ter acesso às redes sociais?

Cris Paulino

[email protected]

http://twitter.com/CrisPaulino_

 

Estratégia Digital
Autor: Estratégia Digital

Consultoria em marketing digital que atua há mais de 8 anos na região de Ribeirão Preto.

line
line

2 comentarios sobre “Redes Sociais bloqueadas impedem manifestação?”

  1. Essa possibilidade de bloquear redes socais devido a manifestações é absurda, um retrocesso. Acredito que o governo britânico seja coerente o suficiente para não cometer esse erro.

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*