Seminário de Comunicação APP Ribeirão Preto 25 anos

23/11/2009
  • Pin It

Estive no Seminário de Comunicação em comemoração aos 25 anos da APP Ribeirão Preto, assistindo à palestra de Eco Moliterno diretor de criação on-line da agência Young & Rubican.

Eco Moliterno

Com uma incrível palestra sobre internet entitulada “Négocios Offline, Comunicação Online”, ele ilustrou alguns de seus cases que deram super certo aqui no Brasil e cases inteligentes de outros países os quais usou como exemplos de sucesso se tratando de mídia on-line. Podendo ser citado campanha para presidência dos Estados Unidos (Obama), Nike Tag e Axe.

Eco deu uma excelente explanação sobre o Twitter dentro da campanha do Obama, sendo que o mesmo só conseguiu a grande popularidade dentro desta rede social, pois tinham pessoas de diversas idades “tuitando” sobre a sua candidatura, mostrando assim várias opiniões diferentes sobre o mesmo assunto, com argumentações diferentes.

Sobre a NikeTag (campanha da marca esportiva Nike), mostrando um conceito de internet mais “viral”, a mesma fez um vídeo sobre simulando um “pega-pega” em Manhattan, em que aparece o produto uma única vez, dando mais foco no conceito da marca. O site da campanha foi bem estruturado, e continha situações diferentes das que já foram expostas nas redes sociais (como o vídeo citado), com um jogo bastante interativo da mesma brincadeira do vídeo. E bem essa amarração dentro de uma campanha digital, em que todas as mídias devem conversar entre si, foi um dos focos da palestra. Em que se o vídeo leva um conceito, o site outro, e as redes sociais e e-mails marketing outro, a campanha tem tudo para não ser um sucesso.

http://www.youtube.com/watch?v=Lbmbe4tlzBw

Integração agências off-line e on-line

Outro ponto importante foi o de que agências off-line devem estar em extrema sintonia junto à agência online desde o princípio da campanha, antes ainda se usava elaboração de uma campanha em mídias off-line como TV, Revista, etc., e depois adaptava a mesma para a internet.

E hoje já não se pode levar em conta este conceito, pois as duas mídias caminham juntas, por isso devem nascer unidas e para que tenha a mesma unidade. A “Big Idea” hoje não é mais unilateral, crescente em uma única vertente, ela deve ser expandida em todos os lados, para que as pessoas sejam contaminadas pela sua marca/produto.

Além disso, muito se diz sobre o viral, inclusive muitos clientes chegam para as suas agências e pedem “Ah, eu quero um viral!”, e não é exatamente dessa forma que a coisa funciona, pois o viral nada mais é que a contaminação de pessoas a partir de uma idéia legal, inteligente. Um viral só acontece, quando seus consumidores se surpreendem com essa idéia e passam a se tornar embaixadores da sua marca, do seu produto e empresa.

Um exemplo muito interessante utilizado por ele durante a palestra, foi de uma campanha alemã do desodorante AXE, que tinham mídias alternativas inteligentíssimas. E amarrando a campanha foi enviado a alguns rapazes, um e-mail marketing com uma URL, para entrar no site, no mesmo nada acontecia apenas uma embalagem do desodorante saindo seu produto simulando estar “perfumando” a pessoa atrás do monitor, o rapaz não entende nada, acha bobo, e quando volta para sua caixa de e-mails, ele havia recebido vários e-mails de mulheres querendo sair com ele, por que ele havia “utilizado” o AXE.

AXE Toalha
AXE Toalete de Bar
AXE Placa de Sinalização

Conclusões

Além deste exemplo, ele também falou sobre a campanha “Why so serious?” do filme do Batman, em que um ano e meio antes do lançamento do mesmo, começaram a soltar traillers no Youtube, e no final tinha um link para a “agência de viagens do Coringa”, no site as pessoas encontravam pistas reais em todo o mundo e quem fosse atrás delas ganhava prêmios. A do Brasil foi encontrada no shopping Eldorado em São Paulo, uma bola de boliche dentro de uma mala com várias outras pistas. A mesma contou com a participação de blogueiros.

Mala do Coringa
Pista Shopping Eldorado

Eco Moliterno também citou exemplos em que ele viveu, um deles houve uma integração perfeita de mídias “on” e “off”, e outro que essa interação não deu tão certo. A palestra foi de grande importância, para mostrar que ainda as mídias off-line continuam com tudo, mas que elas devem ter uma boa amarração com as mídias online, para que a campanha dê certo como um todo. E é inegável que hoje as empresas tem como obrigação estar de alguma forma dentro dessa enorme rede que é a Internet, as pessoas já falam sobre a empresa, mesmo ela não estando lá, por que então não utilizar a mesma de forma inteligente a seu favor?!

Espero que tenham gostado do que trouxe sobre o conteúdo desta brilhante palestra.

Ana Madeira – Analista de Mídias Sociais

Estratégia Digital
Autor: Estratégia Digital

Consultoria em marketing digital que atua há mais de 8 anos na região de Ribeirão Preto.

line
line

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*