O que é Cross Browser

24/03/2009
  • Pin It

Desde que os navegadores são realizados por diferentes empresas ou organizações de desenvolvimento de software, com seus próprios interesses, as diferenças nos navegadores foram patentes.

Existem uns organismos que definem como devem de ser linguagens como HTML, CSS ou Javascript, porém às vezes as interpretações são distintas por parte das empresas desenvolvedoras de software, ou inclusive estas se permitem o luxo de criar novas etiquetas ou funcionalidades, inclusive decidir quais suportam.

À medida que os navegadores evoluem, as especificações também melhoram, por isso que as diferentes versões do mesmo software de exploração web também podem mostrar as páginas de maneira distinta entre si.

As empresas de criação de sites têm que lidar com tudo isso, pois os programas com os quais o público visualizará nossos trabalhos podem ser muito distintos e o aspecto das webs pode mudar bastante de uns a outros. O melhor que podemos fazer é realizar páginas web que se vejam igual em todos os navegadores.

Essas soluções que se adaptam a todo tipo de navegadores dizemos que são Cross-Browser.

Uma vez esclarecidas as bases, há que dizer que o cross browser pode se aplicar a muitas tecnologias, que são as que entendem os navegadores e com as que trabalham os desenvolvedores. A primeira vez que escutei falar de Cross-Browser foi com Javascript e o trabalho com camadas. Os programas mais populares para o web naqueles momentos eram Netscape Navigator e Internet Explorer e a maneira de controlar o sistema de camadas era notavelmente distinta. Portanto, havia que encontrar mecanismos para que as páginas web se visualizassem perfeitamente em vários navegadores.

Com CSS (Folhas de estilo em cascada) também se fala de Cross Browser, porque distintos navegadores ou suas versões, interpretam mais ou menos etiquetas e atributos de estilo. Também porque um mesmo atributo pode ser interpretado com sutis diferenças que fazem com que o trabalho não se veja perfeito em dois navegadores ao mesmo tempo.

Há então que utilizar pequenos truques para que o efeito seja o mesmo em todos os navegadores. Às vezes os truques são utilizar um atributo ao invés de outro, porém muitas vezes se propõe trapaças que fazem com que se veja bem o resultado, a custo de ter um código mais complexo ou inclusive incorreto sintaticamente.

Com HTML, embora também haja mudanças entre distintos navegadores, são muito menores e de efeito mínimo, por isso que não se costuma utilizar aqui o termo.

No Manual de CSS e no Workshop de CSS explicamos em alguns casos como realizar código que se veja igual em todos os navegadores. Porém, sobretudo tratamos até este momento diversos artigos e um manual para mostrar como realizar código Javascript Cross-browser para o manejo de camadas.

Texto publicado originalmente em http://www.criarweb.com/artigos/o-que-e-cross-browser.html

cross-over

Estratégia Digital
Autor: Estratégia Digital

Consultoria em marketing digital que atua há mais de 8 anos na região de Ribeirão Preto.

line
line

Deixe seu comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*